quarta-feira, 1 de abril de 2015

Maranhão dá exemplo para o Brasil: escolas que homenageavam ditadores têm nomes substituídos



Escolas que homenageavam ditadores têm nomes substituídos por educadores e pessoas da comunidade

No dia em que o golpe militar brasileiro completa 51 anos, o governo do Maranhão modifica a nomenclatura de todas as escolas que homenageavam personalidades que constam no Relatório Final da Comissão da Verdade como responsáveis por crimes de tortura durante o regime ditatorial. As escolas que tiveram nome modificado passaram por processo democrático de escolha dos novos nomes.

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) identificou 10 escolas em nove municípios maranhenses que possuíam nome dos ex-presidentes do Brasil que governaram sob o regime militar. Através de um processo democrático de escolha, a comunidade escolar votou nos nomes que substituiriam as nomenclaturas originais. A modificação será publicada no Diário Oficial desta terça-feira (31). Participaram da escolha dos nomes profissionais da educação, estudantes, funcionários das escolas e a comunidade do entorno das unidades escolares.

O governador Flávio Dino explica que, a partir da identificação de torturadores pelo Relatório da Comissão Nacional da Verdade, não é razoável que prédios públicos continuem a homenageá-los. “O relatório aponta graves infrações aos direitos humanos cometidos durante esse período e nomeia os responsáveis por esses crimes. O Estado do Maranhão não mais homenageará os responsáveis por crimes contra a humanidade”, disse o governador, que defendeu os princípios do Estado Democrático de Direito alcançados pelo Brasil após o período ditatorial.

Todo o processo de mudança ocorreu com base no Decreto Nº 30.618 de 02 de janeiro de 2015, que veda a secretários de Estado, a dirigentes de entidades da Administração indireta e a quaisquer agentes que exerçam cargos de direção, chefia, e assessoramento no âmbito do Poder Executivo, atribuir ou propor a atribuição de nome de pessoa viva a bem público, de qualquer natureza, pertencente ou sob gestão do Estado do Maranhão ou das pessoas jurídicas da Administração Estadual indireta.

No decreto, a vedação é estendida também a nomes de pessoas, ainda que falecidas, que tenham constado no Relatório Final da Comissão da Verdade de que trata a Lei Nº 12.528 de 18 de novembro de 2011, como responsáveis por crimes cometidos durante a ditadura militar.

Conheça os novos nomes

Na capital São Luís, a escola estadual que se chamava Marechal Castelo Branco passará a ser chamada de Unidade Jackson Lago. Em Imperatriz, o antigo Centro de Ensino Castelo Branco terá como novo nome CE Vinícius de Moraes. Com o mesmo nome havia também unidades de ensino nos municípios de Caxias, Fortaleza dos Nogueiras e Governador Newton Bello que passarão a se chamar Professora Suely Reis, CE Vera Lúcia dos Santos Carvalho e CE Antônio Macêdo de Almeida, respectivamente.

Já em Timbiras, a antiga escola que levava o nome do ex-presidente Emílio Garrastazu Médici passará a ser chamada CE Paulo Freire – mesmo nome escolhido pela população de Loreto que substituirá o nome da escola CE Presidente Médice por CE Paulo Freire.

Escolha
O processo para essa substituição foi conduzido por uma ‘Comissão de Mudança dos Nomes’ composta por representantes do Conselho Estadual de Educação(CEE), da Supervisão de Inspeção Escolar (SIE), da Supervisão de Gestão Escolar (SUAGE), Superintendência de Educação Básica (SUEB) e da Superintendência de Assunto Jurídicos (SUPEJUR).

O decreto dispõe que os nomes substitutivos devem representar personalidades que tenham contribuído com a construção da identidade educacional municipal, estadual ou federal e ter reputação ilibada conforme a Lei da Ficha Limpa. A Comissão de Mudança apresentou, para cada escola, três nomes substitutivos entre os quais a comunidade escolar escolheu aquele publicado no Diário Oficial do Poder Executivo do Maranhão.

No município de Loreto, estudantes das 2ª e 3ª séries do Ensino Médio organizaram inclusive um júri simulado para acompanhar a modificação. “Além dos 60 alunos dessas séries e demais estudantes da escola, a comunidade também deu sua contribuição através do júri. Os alunos realizaram com muita empolgação estudos, pesquisas e entrevistas a ex-diretores e pessoas da comunidade para embasar o debate”, explicou Crizálida Coelho Martins.

Matéria disponível em: http://www.educacao.ma.gov.br/ExibirNoticia.aspx?id=5706

sexta-feira, 13 de março de 2015

Manifestações em defesa da democracia e contra o golpe que a direita está tramando: trabalhadores e estudantes de São Luís também foram às ruas


Nesta sexta-feira 13, milhares de pessoas foram às ruas de 23 capitais e do Distrito Federal em defesa da democracia, da Petrobrás, dos direitos trabalhistas, da reforma política e contra o golpe que a direita está tramando, como nas manifestações pelo impeachment de Dilma, no próximo dia 15.
Em São Luís, as manifestações começaram de manhã, com uma panfletagem na Praça Deodoro e continuaram à tarde, com um ato público na Praça João Lisboa e uma passeata pela Rua Grande.
A união dos sindicatos, movimentos sociais e toda a esquerda constitui uma tarefa política inadiável diante da trama que está sendo articulada pelos grupos de direita, que pretendem remover Dilma Roussef da presidência da república para pôr em prática em toda sua plenitude uma política neoliberal comandada pelos interesses estrangeiros.
A ameaça de golpe é real; a resposta tem que vir das ruas, da união da classe trabalhadora e dos estudantes e suas organizações. Mais manifestações como as de hoje serão necessárias para neutralizar as articulações golpistas.


Abaixo, fotos da manifestação em São Luís.
















terça-feira, 25 de novembro de 2014

SEMED divulga resultado do Brasil Alfabetizado


A Secretaria Municipal de Educação (SEMED) de Pio XII divulgou o resultado da seleção de voluntários do Programa Brasil Alfabetizado. Os selecionados deverão comparecer à SEMED a partir de segunda-feira, 1º de dezembro. Veja a lista abaixo:

PROGRAMA BRASIL ALFABETIZADO – PIO XII – MA

RESULTADO DA SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS (POR ORDEM ALFABÉTICA)


ALFABETIZADOR/A

ZONA RURAL

ADÃO PEDRO DA C. DOS SANTOS
ALICE MARIA DE A. DO NASCIMENTO.
ANTONIA DALILA DE ALMEIDA SOUSA
ANTONIA LOPES DE SOUSA
ANTONIA MARILENE DE OLIVEIRA DA SILVA
CARLOS EDUARDO DA CONCEIÇÃO ARAUJO
CLEIDIANE MEDEIROS DE OLIVEIRA
CLEOMAR ALVES DA CUNHA
CRISTIANE SILVA ARAUJO
DANIEL QUINTO QUARESMA
DINÁ CARVALHO DA SILVA
EDINALDO ARAUJO COSTA
ELINES DA COSTA SALES
EUSELIA BARBOSA SOARES
EVA AZEVEDO RODRIGUES
FRANCISCO DA SILVA SOUSA
FRANCISCO DE ALBUQUERQUE DA SILVA
GARDENE CARVALHO PINTO
GELCIRENE MARIA GALHADADA SILVA
IZABEL CRISTINA LOPES E LOPES
JEFFERSON DOUGLAS VELOSO DE SOUSA
JOREDEANE NASCIMENTO
JOSÉ DE JESUS GONCALVES NASCIMENTO
JOCÉLIO PEREIRA DA SILVA
JÚLIA GÓIS VIEIRA
KATLLEN DE ALMEIDA DO NASCIMENTO
KESSYANNE SILVA SOUZA
LARICIA DE SOUSA PEREIRA
LEIDIANA DA SILVA E SILVA
LIDINALVA PEREIRA DE SOUSA
LUCIANA SOUSA ARAUJO
LUCIDALVA SILVA DE SOUSA
LUZIANE FEITOSA DA SILVA
LUZINETE DE FRANÇA DE SOUSA
MANOEL ELIAS REIS
MARCELA SILVA LIMA
MARIA DE JESUS LIMA DA SILVA
MARIA DO PERPETUO SOCORRO DA CONCEIÇAO
MARIA KARLIENE DA SILVA CAFÉ
MARIA LOPES DE MACEDO
MARIA MADALENA DE CARVALHO
MARIA RAFAELA PINTO QUARESMA
MARIA SANDRA BRAS DE JESUS
MICHELLE SILVA LIMA
PAULO RICARDO GÓIS VIEIRA
RAIMUNDA DA SILVA CASTRO
RAQUEL COSTA AMORIM
RAQUEL DO NASCIMENTO DE SOUSA SILVA
RENATA LIMA MACHADO
ROSILÉIA LIMA MACHADO
SÔNIA MARIA DE ALMEIDA SOUSA
SUZANA DOS SANTOS DINIZ
VANDER LUIZA DA CONCEIÇÃO COSTA


ZONA URBANA

ANTONIA SILVANA GOIS BORGEA
FRANCISCA DA SILVA MARTINS
FRANCISCA GOMES FERREIRA SOUSA
GILVANEIDE DE JESUS CHAVES
LUCIANA DA SILVA DO NASCIMENTO
MARIA DE JESUS NASCIMENTO SOUSA
MARIA DO SOCORRO SALES DE ALENCAR
RIVALDA DA SILVA DE SOUSA
ROSEANI LIMA SILVA
ROSY MERY PEREIRA ALMEIDA
WESLAYNE DO NASCIMENTO RIBEIRO


COORDENADOR/A

ADRIANA DOS SANTOS LIMA
ANTONIA MORGANA DINIZ MACIEL LIMA
ANTONIA DINIZ MACEDO
DIANA PATRÍCIA LIMA PORTILHO
ELISONETE SALES DE ALENCAR
ERILENE DE JESUS DO NASCIMENTO
LEILA PAULA NASCIMENTO VIEIRA
MARIA AUXILIADORA FERREIRA TORRES
MARIA NADIANE GOUVEIA SERRA
OSCIONEIDE SILVA E SILVA
SILVANA DE FIGUEIREDO ALENCAR DE OLIVEIRA
SOLANGE SILVA FERREIRA
THELMA PINTO ALVES


Secretaria Municipal de Educação de Pio XII – MA
Iara Adriana Araújo Portilho
Secretária de Educação do Município de Pio XII 

Centro de Ensino Rafael Braga homenageia aluno e professor classificados para a Olimpíada de Língua Portuguesa


Na tarde de ontem, 24, o Centro de Ensino Rafael Braga homenageou o aluno Gilcênio Vieira Souza Júnior e o professor Delmarco de Castro dos Santos, classificados para a fase semifinal da Olimpíada de Língua Portuguesa "Escrevendo o futuro". Gilcênio e Delmarco estiveram em Brasília representando Pio XII e o Maranhão nos dias 17, 18 e 19 de novembro.
Para Gilson Assis, diretor do CE Rafael Braga, mesmo que os representantes da escola não tenham passado para a etapa final, a classificação, inédita para o município de Pio XII, constitui uma vitória pessoal e coletiva. "Esse exemplo, essa conquista do Gilcênio e do professor Delmarco, é uma conquista de todos nós e prova que é possível sim conseguirmos outras vitórias futuras", declarou Gilson Assis.






segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Aluno e professor do município de Pio XII embarcam para Brasília para participar da Olimpíada de Língua Portuguesa


O aluno Gilcênio Vieira Souza Júnior e o professor Delmarco de Castro dos Santos, do Centro de Ensino Professor Rafael Braga, embarcaram para Brasília na madrugada de hoje para participar da etapa semifinal da Olimpíada de Língua Portuguesa “Escrevendo o futuro”. Esta é a primeira vez que o município de Pio XII tem um aluno e seu professor orientador representados na Olimpíada de Língua Portuguesa.
Gilcênio e Delmarco, ao lado de outros três alunos e seus respectivos orientadores, são os representantes do Maranhão na categoria artigo de opinião, nos dias 17, 18 e 19 de novembro na capital federal. Além de Pio XII, os outros municípios que irão representar o Maranhão são Rosário, Vitorino Freire e Pinheiro.
Veja abaixo quem são os representantes maranhenses:
Gilcênio Vieira Souza Júnior, do Centro de Ensino Professor Rafael Braga, de Pio XII, sob a orientação do professor Delmarco de Castro dos Santos, com o artigo “A violência na comunidade piodonzence”.
Mateus Freitas Nascimento, do Centro de Ensino Luiza Sousa Gomes, de Rosário, sob a orientação da professora Claúdia Fabiana dos Santos Barros, com o artigo “A piracema e a malandragem”.
Glória Regina Almeida Castro, do Centro de Ensino Rui Barbosa, de Vitorino Freire, sob a orientação da professora Paula dos Anjos da Silva, com o artigo “Quem tem direito?”.
Edilene Sineiro Diniz, do Centro de Ensino Professor Rubem Almeida, sob a orientação da professora Ana Marta Almeida Serra, com o artigo “Um império ameaçado”.

A cerimônia de premiação da Olimpíada de Língua Portuguesa na categoria artigo de opinião pode ser assistida ao vivo pelo site da olimpíada (https://www.escrevendoofuturo.org.br/) na noite da quarta-feira, 19.

domingo, 26 de outubro de 2014

Alguns números da reeleição de Dilma: 87% dos piodozenses votaram na presidenta.


Dilma Rousseff é reeleita presidenta do Brasil. Dilma conquistou 51,64% dos votos, enquanto Aécio Neves (PSDB) obteve 48,36%.
A reeleição de Dilma representa a vitória da liberdade, da tolerância, do respeito aos direitos humanos. Sai derrotada a direita e o capital estrangeiro; saem derrotados os que têm preconceito contra pobres, mulheres, negros e homossexuais; sai derrotado o projeto de privatizações e rebaixamento de salários do PSDB, da Rede Globo e da revista Veja. Saem derrotados os que têm saudade da terrível ditadura militar. Vence o sofrido povo brasileiro.
O Maranhão foi o estado em que proporcionalmente Dilma teve mais votos, seguido por Piauí e Ceará.
Em Pio XII, a presidenta recebeu 87% dos votos.
Dilma venceu também em Minas Gerais, estado em que Aécio Neves foi governador. Vejam os números:

Pio XII:
Dilma: 11.192 votos (87,09%)
Aécio: 1.659 votos (12,91%)

Maranhão:
Dilma: 2.474.790 votos (78,76%)
Aécio: 667.448 votos (21,24%)

Piauí:
Dilma: 1.384.155 votos (78,29%)
Aécio: 383.740 votos (21,71%)

Ceará:
Dilma: 3.522.225 votos (76,75%)
Aécio: 383.740 votos (23,25%)

Minas Gerais:
Dilma: 5.979.329 votos (52,41%)
Aécio: 5.528.776 votos (47,59%)

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Porque votar na Dilma


Não pretendia escrever sobre o segundo turno da eleição presidencial. Porém, é impossível ficar calado diante da gravidade do cenário politico brasileiro.
A gravidade consiste na possibilidade da eleição de Aécio Neves.
Aécio tem o senhor Armínio Fraga como um dos elaboradores da proposta econômica do seu partido e, se eleito, seu futuro Ministro da Fazenda. Fraga foi ministro de Fernando Henrique Cardoso, o FHC, cujo governo deixou como herança para os brasileiros a elevação do endividamento público, o crescimento do desemprego, a desnacionalização da economia e a concentração da renda (ricos mais ricos, pobres mais pobres). Armínio Fraga trabalhou e tem laços de amizade com o bilionário George Soros, o megaespeculador das bolsas de valores. Não é coincidência que o jornal Financial Times, em sua edição de 17 de setembro último, saudou Fraga como o nome certo para dirigir a politica econômica do Brasil. Assim, um eventual governo do PSDB representaria o direcionamento do país para a especulação internacional.
Também nos preocupa o ódio que aliados de Aécio demonstram em relação a negros, pobres, nordestinos, homossexuais e beneficiários do Bolsa Família. Tornaram-se comuns postagens na internet, vídeos e textos em que aliados do candidato tucano apresentam-se como “superiores” aos eleitores de Dilma e apresentam várias propostas fascistas como, por exemplo, a esterilização em massa das mulheres nordestinas.
Como Aécio acha que em 1964 não houve um golpe militar no Brasil, não é de se estranhar que atraia gente fascista e que prega a violência contra os mais pobres, bem como os que sonham com uma nova ditadura militar, como os membros do Clube Militar que o apoiam, “militares e civis de excelente poder aquisitivo”, como eles mesmos se declaram.
Por que será que a possibilidade de Aécio ser eleito virou motivo de comemoração para as multinacionais do petróleo? (ver matéria: http://mobile.bloomberg.com/news/2014-10-10/shell-to-halliburton-seen-winning-with-brazil-s-neves.html). Essa alegria toda não é pensando na elevação da qualidade de vida dos brasileiros, mas nos lucros fantásticos que o petróleo brasileiro pode gerar para as empresas estrangeiras.
Aécio eleito representaria um grande retrocesso econômico para o país e o aumento do ódio contra os oprimidos, inclusive com a possibilidade de institucionalização de medidas fascistas e retrocesso em direitos civis e conquistas sociais.
Mesmo com suas limitações, o governo do PT conseguiu, entre outras coisas, aumentar a renda do brasileiro e atuar de maneira soberana no cenário internacional: quando antes tínhamos visto um governo brasileiro agir com autonomia diante do governo dos Estados Unidos como fez a presidenta Dilma?
Por todas essas razões (mais inúmeras outras, tais como o machismo e o cinismo de Aécio etc.) é que devemos dizer NÃO ao candidato do PSDB e reeleger Dilma Roussef.