sexta-feira, 28 de março de 2014

Descaso: casa onde morou Aluísio Azevedo pode virar estacionamento


A Academia Maranhense de Letras (AML) divulgou nessa quarta-feira (26) uma nota na qual condena a destruição do imóvel onde morou o escritor maranhense Aluísio Azevedo, na Rua do Sol, no Centro de São Luís, para construção de um estacionamento privado. Segundo a nota, a destruição do imóvel para essa finalidade é considerado um crime de lesa-cultura.
De acordo com o presidente da AML, Benedito Buzar, e que também assina a nota, o imóvel onde Aluísio Azevedo escreveu o romance O Mulato (obra pioneira do naturalismo no Brasil), é uma parte importante da cultura e da história e por isso deve ser preservado. "Esse é o crime de lesa-cultura, pois é prejudicial para ela. Estão destruindo uma coisa que faz parte do patrimônio da cidade, com um significado histórico muito grande", disse o professor, que denunciou ainda que o poder público foi omisso, uma vez que deixou o casarão abandonado, o que aumentou a possibilidade de ele ser transformado em um estacionamento.

Denúncia

Em uma publicação feita no dia 12 deste mês, o Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão (IHGM), trouxe à tona a situação do casarão onde morou o escritor maranhense Aluísio Azevedo. Segundo a publicação, "além do atual estado avançado de deterioração do imóvel, existe ainda a suspeita de que a casa estaria sendo preparada para, em breve, servir de estacionamento, prática que vem ocorrendo sistematicamente nos últimos anos no Centro de São Luís, onde casarões, moradas-inteiras e meias-moradas de propriedade de particulares vão sendo demolidas ou desfiguradas para dar lugar a estacionamentos".
De acordo com a Superintendência Estadual do Patrimônio Histórico, órgão ligado à Secretaria Estadual de Cultura (Secma), as obras para a construção de um estacionamento de veículos no casarão histórico, são ilegais e que os responsáveis pelos serviços serão notificados.

Confira abaixo a nota na íntegra:

A Academia Maranhense de Letras, reunida nesta data, cumpre o dever de manifestar profunda consternação em face do crime de lesa-cultura perpetrado contra o imóvel situado na Rua do Sol, 567, parcialmente destruído para servir de estacionamento de aluguel, cabendo consignar que no mirante desse imóvel o escritor Aluísio Azevedo compôs o romance O Mulato, obra pioneira do naturalismo no Brasil.


Se nada for feito, a casa onde viveu o autor de "O Mulato" e "O Cortiço" pode desaparecer. 

sexta-feira, 14 de março de 2014

Secretaria de Educação de Pio XII convoca educadores para aderir à greve nacional


GREVE NACIONAL EM DEFESA DA EDUCAÇÃO

Na próxima semana, nos dias 17, 18 e 19, os professores da educação básica irão fazer uma greve nacional. A greve tem como reivindicações:
# Que os royalties do petróleo sejam investidos na valorização dos educadores;
# Carreira e jornada para todos os profissionais da educação;
# Contra a proposta de reajuste dos governadores e o INPC;
# 10% do PIB para a educação básica;
# Pelo cumprimento da lei do piso;
# Votação imediata do Plano Nacional de Educação (PNE).
A Secretaria Municipal de Educação de Pio XII sabe que só teremos uma educação de qualidade social quando os educadores forem plenamente valorizados, por essa razão, apoiamos a greve nacional dos dias 17, 18 e 19 de março.
Nesses 14 meses de gestão, temos procurado fazer a coisa certa, direcionando as nossas ações em prol do respeito aos educadores, às leis e ao bem público. Assim, uma de nossas primeiras medidas, no início de 2013, foi pagar a todos os profissionais da educação os salários de dezembro de 2012 que não tinham sido pagos na gestão passada.
Cumprindo a lei, autorizamos ao sindicato da categoria, o Sinproesemma, que três dos seus dirigentes ficassem fora da sala de aula para o desempenho do exercício sindical, sem prejuízo dos seus salários. Apesar de essa medida representar tão somente o cumprimento da lei, foi, no entanto, a primeira vez que uma entidade sindical teve esse direito respeitado em Pio XII.
Como foi a primeira vez também que uma entidade sindical pôde enfim atuar sem ser vítima de perseguições, como era comum acontecer nos governos anteriores. Hoje, para discutir os problemas da categoria, o Sinproesemma é o primeiro a ser convidado e ouvido pela Secretaria de Educação de Pio XII em decisões fundamentais que envolvem aspectos da carreira docente.
Em meio à crise financeira nacional que atinge as prefeituras das cidades pequenas, temos procurado cumprir a lei do piso e, apesar dos problemas enfrentados e de alguns desacertos no meio do caminho, hoje todos os profissionais da educação do município de Pio XII estão com seus salários em dia. Nesse momento estudos técnicos são realizados para a efetivação do reajuste do FUNDEB que contemplem já os profissionais que entregaram suas titulações acadêmicas até o dia 28 de fevereiro.
Sabendo que os educadores precisam de apoio para a boa realização de suas atividades, a Secretaria de Educação de Pio XII não poupou esforços para a realização do 1º e do 2º Fórum Municipal de Educação, dando aos professores o suporte teórico necessário para a sua prática docente.
Enfim, Pio XII vive novos tempos na educação. Isso não quer dizer que os nossos problemas educacionais foram solucionados. Não. A novidade é que hoje os problemas não são escamoteados, são enfrentados e compartilhados, numa perspectiva que mostra que todos – entes federais, estaduais e municipais, sindicato, prefeitura, população – todos são corresponsáveis pela luta por uma educação com qualidade social.
Assim, são grandes os desafios, muitos dos quais requerem que o governo brasileiro invista mais em educação. Como melhorar a infraestrutura das escolas, melhorar o salário dos professores, construir creches e garantir uma boa formação para os educadores se o Brasil investe tão pouco em educação? Por esse motivo, duas reivindicações essenciais são: que os royalties do petróleo sejam direcionados para a educação e que os investimentos em educação atinjam 10% do Produto Interno Bruto.
Dessa forma, convocamos todos os profissionais da educação da rede municipal de ensino de Pio XII para aderir à greve nacional dos dias 17, 18 e 19 de março. Vamos parar o Brasil em defesa de uma melhor educação em nosso país.
Iara Adriana Araújo Portilho (Secretária Municipal de Educação de Pio XII)

Iracélia Naiva de Oliveira (Secretária Adjunta de Educação de Pio XII)

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Secretária de Educação de Pio XII coordenará a Olimpíada de Língua Portuguesa em todo o Maranhão


A Secretária de Educação do município de Pio XII, Iara Portilho, foi escolhida para coordenar a Olimpíada de Língua Portuguesa 2014 no estado do Maranhão.
O lançamento da Olimpíada foi segunda-feira, 24, em São Paulo. Representando os 217 municípios maranhenses estava a Secretária de Educação de Pio XII, Iara Portilho. A cerimônia de lançamento da Olimpíada foi transmitida ao vivo pelo Portal do Professor do Ministério da Educação. Na quarta, 26, a TV Escola exibiu uma edição especial do programa Salto para o Futuro sobre a Olimpíada.
No mesmo dia do lançamento foram abertas as adesões das secretarias estaduais e municipais de educação e as inscrições dos professores. Mesmo professores que participaram de edições anteriores e que estejam inscritos no portal da Olimpíada deverão se inscrever. Podem participar professores de escolas públicas que estejam lecionando para turmas do 5º Ano do Ensino Fundamental ao 3º Ano do Ensino Médio. As inscrições vão até o dia 30 de abril.
A Olimpíada de Língua Portuguesa trabalha com um gênero específico e apropriado para cada série: Poema com 5º e 6º Anos (ou 4ª e 5ª Séries) do Ensino Fundamental; Memórias Literárias com 7º e 8º Anos (ou 6ª e 7ª Séries) do Ensino Fundamental; Crônica com 9º Ano (ou 8ª Série) e 1º Ano do Ensino Médio; Artigo de Opinião com 2º e 3º Anos do Ensino Médio.
Iara Portilho ao lado do Ministro da Educação, José Henrique Paim.
Iara ao lado da presidente da Undime Cleuza Repulho.
A Secretária de Educação de Pio XII, Iara Portilho, representou o Maranhão no lançamento da Olimpíada de Língua Portuguesa 2014 e vai coordenar a Olimpíada no estado. 

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Professores de Pio XII iniciam o ano letivo participando do II Fórum Municipal de Educação

Encerrou-se nesta quarta, 05, o II Fórum Municipal de Educação de Pio XII. Durante os dias 03, 04 e 05 os professores da rede municipal de ensino de Pio XII participaram de discussões sobre a importância da participação da família na escola, o Plano Municipal de Educação, sistematização curricular, projeto político pedagógico e teoria histórico-crítica.
O II Fórum teve ainda como convidados o especialista em Educação Especial Antonio Pereira Gomes Filho, que proferiu a palestra "A dislexia e o TDAH na sala de aula" e o mestre em Educação e especialista em lazer e educação Hani Awad, que ministrou a animada palestra "Motivação, autoestima e desafios na vida e no trabalho".
Um dos encaminhamentos do II Fórum foi a criação de uma comissão para organização do Plano Municipal da Educação, que conta com membros da sociedade civil, movimento sindical, poder legislativo e outros setores representativos da educação no município.

Salários em dia


No último dia do II Fórum, a Secretária Municipal de Educação, Iara Portilho, anunciou o pagamento dos profissionais da educação, inclusive dos professores contratados. Com esta iniciativa, o prefeito Paulo Veloso cumpre acordo firmado com o movimento sindical e mantém em dia todos os salários da educação.

O especialista em Educação Especial Antonio Pereira Gomes Filho e a Secretária Municipal de Educação Iara Portilho.
O mestre em educação e especialista em lazer e recreação Hani Awad autografa o seu livro.
Todo o público envolveu-se nas dinâmicas apresentadas pelo professor Hani Awad.

Hani Awad entre a Secretária de Educação, Iara Portilho, e a Secretária Adjunta de Educação, Iracélia Naiva.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Secretaria de Educação homenageia professores


Na noite de ontem, 15/10, a prefeitura municipal de Pio XII e a Secretaria de Educação do município realizaram confraternização em homenagem aos professores da rede municipal de ensino de Pio XII.
A homenagem foi na sede da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB). A festa teve paródias educativas, dança, contação de piadas e ilusionismo, atividades que fizeram parte do 1º Concurso Cultural Dia do Professor. Um show de criatividade.
Vários presentes foram sorteados para os professores. Os primeiros e segundos lugares do 1º Concurso Cultural ganharam, respectivamente, tabletes e celulares.
Bastante emocionada, a Secretária Adjunta de Educação, Célia Naiva, homenageou três professoras que educaram gerações de alunos: Dona Nenê, Dona Tatá e Dona Maria Maciel, todas as três, presentes na festa.
A Secretária de Educação, Iara Portilho e o prefeito de Pio XII, Paulo Veloso, destacaram os esforços em prol da valorização dos professores; exemplo dessa atitude é o apoio do prefeito e das dirigentes municipais de educação às lutas sindicais, reflexo de uma nova postura política na gestão do município.
A Secretária Adjunta de Educação, Célia Naiva, entrega um dos prêmios da noite.
Professor Fial: 1º lugar na categoria paródia. 
Secretária de Educação, Iara Portilho, entregando um dos muitos presentes da noite.
Professor João Batista: 2º lugar em contação de piadas.
Professora Regina: 2º lugar na categoria paródia.
1ª Dama, Lucilene Veloso, o prefeito Paulo Veloso e o vice, Edmundo Pescador: esforços para garantir a valorização dos professores. 

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

7ª Feira do Livro de São Luís se encerra em clima de otimismo e dever cumprido



Encerrou-se ontem, 06, a 7ª Feira do Livro de São Luís (FeliS). Diferente dos anos anteriores, em que a Feira fora visivelmente legada a segundo plano durante o governo João Castelo, nesse ano a Feira renasceu, trazendo vitalidade ao centro histórico de São Luís e ao comércio de livros na capital.
Durante 10 dias, de 27/09 a 06/10, o espaço da Praia Grande foi ocupado por atividades diversas, como contação de histórias, exibição de vídeos, performances, recitais, palestras, debates, lançamentos e venda de livros, em 28 espaços e 34 estandes. Diante dos velhos casarões, pelas ruas e becos do Centro histórico passaram 170 mil pessoas, segundo dados do Corpo de Bombeiros.
O tema deste ano, "Livro, Leitura e tecnologia" homenageou os escritores Nauro Machado, Aluísio Azevedo, Catulo da Paixão cearense, Zelinda Lima e Salgado Maranhão. A Feira teve como patrono o poeta maranhense Nauro Machado. Aos 78 anos, Nauro, que é um dos maiores poetas brasileiros em atividade, esteve ao lado do público até o encerramento da FeliS, distribuindo autógrafos e conversando com os leitores.
35 anos de Bandeira de Aço
A FeliS encerrou-se com um show que lembrou os 35 anos do lançamento do LP Bandeira de Aço, um marco na música maranhense. O show foi precedido da exibição de um documentário em que foi possível compreender tanto o cenário cultural em que o disco foi produzido como um momento significativo da história do Maranhão. Alê Muniz, Luciana Simões, Cesar Teixeira e outros artistas subiram ao palco para cantar a história do disco.
A Feira foi encerrada num clima de otimismo e de dever cumprido. O público agradece: e que venha a 8ª FeliS!

Alê Muniz, Luciana Simões e outros artistas fizeram o show de encerramento da 7ª FeliS
170 mil pessoas passaram pela FeliS

Contação de histórias para crianças e adultos
Nauro Machado, o grande homenageado da 7ª FeliS

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Prefeitura realiza reunião técnica para organização do Plano Municipal de Saneamento Básico

Na manhã de ontem, 03/10, no auditório do colégio Alexandre Costa, realizou-se a primeira reunião técnica para a construção do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB).
A reunião, convocada pela Prefeitura de Pio XII, contou com a presença do próprio vice-prefeito, Edmundo Pescador, com secretários municipais e técnicos de diversas secretarias.
Sob a direção da equipe do Conlagos (Consórcio da Região dos Lagos Maranhenses), a reunião destacou alguns aspectos da realidade ambiental do município de Pio XII.
No final, aprovou-se a realização de uma plenária ampla, com a participação de setores representativos da comunidade local, para a criação de uma coordenação do PMSB, a ser convocada com a maior brevidade.
A professora Annes Lima enfatizou a importância de uma consciência ambiental local.
 
O prefeito Paulo Veloso indicou Renilson Silva para direcionar os trabalhos nas questões ambientais.
Técnica do Conlagos explica os procedimentos para a criação do Plano Municipal de Saneamento Básico.
Vice-prefeito Edmundo Pescador ressalta a necessidade de preservação dos lagos.